“O Direito de Nascer” é a nova aposta da TV Aparecida para 2018. Com estreia marcada para o dia 14 de fevereiro, a exibição é fruto de uma parceria com a JPO Produções, que já produz outro programa de sucesso da emissora, o “Chefs em Ação”.
A nova trama vem reforçar a abertura do canal para parcerias de conteúdo e dar continuidade ao hábito de consumo de teledramaturgia criado a partir da exibição da novela “A Padroeira”, cedida pela Globo em 2017.

“Desde o início de ‘A Padroeira’ percebemos o quanto o gênero da teledramaturgia faz parte da cultura brasileira e da rotina dos nossos telespectadores. Por isso, buscamos histórias que cativem o nosso público e, ao mesmo tempo, agreguem valores. A novela ‘O Direito de Nascer’ é uma história mundialmente conhecida que mostra uma realidade de desrespeito e a necessidade do perdão. Esperamos que os nossos telespectadores gostem desta história e possam refletir sobre a importância dos relacionamentos humanos e familiares”, destaca o diretor de programação da emissora, pe. William Betonio.

A novela de 125 capítulos é uma adaptação da radionovela homônima cubana escrita na década de 1940 por Félix B.Caignet, e apresentada no Brasil em três outras versões. A versão que será exibida pela TV Aparecida foi ao ar em 2001 pelo SBT.

Sinopse: Maria Helena engravida de seu noivo, que se recusa a assumir o filho, por isso, a jovem torna-se mãe solteira. Sendo alvo de ódio do avô, a criança é levada por uma criada negra para ser protegida. A mãe refugia-se num convento e atende como uma irmã de caridade. Anos mais tarde, o menino aparece já formado em medicina e salva a vida do avô que o rejeitou a vida inteira.

Serviço: Novela “O Direito de Nascer”
Estreia: 14 de fevereiro de 2018
Horário de exibição: às 19h e às 22h30, de segunda a sexta e resumo da semana, aos sábados, às 19h.
Duração: 125 capítulos

Sobre a Rede Aparecida: A TV APARECIDA está entre as 14 maiores emissoras de televisão do Brasil, em abrangência, segundo a ANATEL, e é a 7ª emissora de TV aberta mais assistida no país, de acordo com os dados consolidados de audiência no Painel Nacional de Televisão (PNT) (Fonte: coluna Ricardo Feltrin / UOL). Seu sinal está disponível para todo o país pela antena parabólica. Pelo canal aberto, pode ser sintonizada em 24 estados, mais Distrito Federal, 24 capitais e mais de 390 municípios, cobrindo cerca de 74 milhões de pessoas. Está disponível nas principais capitais do Brasil pelo sinal digital e nas TVs por assinatura.

DEIXE UMA RESPOSTA